domingo, novembro 27, 2011

O sal da imagem

Toda noite deitava-se e deixava-se cobrir
Não sabia colorir nada como um dia
Peixe fora d'água, tremia, com a rede nas mãos
Do fundo do olhar, armadilha, corpo escultural
De veneno, sal
o suor da espera 

2 comentários:

  1. Tens razão querida, escrevendo assim lindamente fazes arte e poesia.Amei! ótima semana.Bjs Eloah

    ResponderExcluir
  2. Olá!!! Tudo bem???

    Estamos aqui para te avisar que esta rolando um Mega Promo de Natal em nosso blog, a Vitrine de Promoções e vamos sortear 05 livros até o final do ano, sendo 1 livro por semana. Para participar é moleza, acesse http://vitrinedepromocoes.blogspot.com/2011/11/mega-promo-de-natal-da-vitrine-de.html e confira as regras!!!!!!

    Desde já agradecemos a atenção.

    Beijoss!!!!!

    Vivian Pereira / Irene Moreira
    www.vitrinedepromocoes.blogspot.com

    ResponderExcluir